facebook-logo instagram-logo vimeo-logo issuu-logo phone-button (11) 2337 3015

Recentes

Bicha Oca

Volta em cartaz em outubro em dois espaços na cidade (Casa Contemporânea, a partir do dia 02/10 as 20h e Espaço Parlapatões a partir do dia 07/10 as 23h59) a peça Bicha Oca, adaptação dos contos homoeróticos do autor pernambucano Marcelino Freire. Indicado para maiores de 18 anos a peça versa sobre a realidade de Alceu, um homossexual envelhecido que rememora os hábitos do passado, suas histórias amorosas e seus questionamentos, provocando assim, uma reflexão sobre a atualidade e pertinência das questões dos gays.

Questões essas que abrangem o preconceito e a tolerância, diante de um quadro de hostilização. A peça foi indicada como destaque de 2014 na categoria Teatro na 4° edição do Prêmio PapoMix da Diversidade e premiado com o PROAC LGBT em 2015.

A peça tem proposta minimalista e realista, iluminação crua, potencializando a literatura do autor. Livremente inspirado nos contos utilizados: A volta da Carmem Miranda, Os atores, Meus amigos coloridos e Coração que foram publicados em seu livros, com exceção de Seu Alceu, miniconto inédito, cedido especialmente para a montagem.

Estreou em 2009, na cozinha do Casarão do Belvedere (SP) e já passou por Santos (SP) no II SANSEX, Curitiba (PR) no FRINGE, Fortaleza (CE) no I Festival Internacional de Artes Cênicas do Ceará, Salvador (como convidado no aniversário do Teatro Gamboa Nova, além de cumprido temporada no mesmo teatro em julho de 2010 e ter retornado em 2012 para integrar a programação do Setembro é gay boa; no Projeto de Intercâmbio Literatura em Cena - Conexão SP/BA, no Cine Teatro Solar Boa Vista), Alagoinhas, Porto Seguro (Possíveis Sexualidades LGBT) e Santo Amaro da Purificação (BA), Porto Alegre (RS) e Natal (RN). Além de ter ficado em cartaz na Casa Contemporânea, localizado na Vila Mariana, em dois momentos (janeiro/2013 e de dezembro/14 a janeiro/15, esse último dentro do evento “Em busca de um teatro gay”) E de novo no Casarão de Belvedere em temporada de Agosto a dezembro de 2015.

A peça foi premiada com o PROAC LGBT 2015 e circulou por 7 cidades (Campinas, Sorocaba, Amparo, Ribeirão Preto, Araçatuba, Cubatão, São Vicente) entre maio e julho de 2016.

Ficha Técnica

Autor: Marcelino Freire
Adaptação: Rodolfo Lima
Direção: Rodolfo Lima
Elenco: Rodolfo Lima e Samy Dias Cenário, figurino e iluminação: Teatro do Indivíduo
Operação de Luz e Som: Aurélio Prates Fotos: Paulo Fuga
Video: Guilherme Godoy
Design Gráfico: Betinho Neto Duração: 60 minutos
Indicado para maiores de 18 anos
www.escritossobreaausencia.wordpress.com
www.facebook.com/alceualceu

Serviço

Bicha Oca

Casa Contemporânea
Rua Capitão Macedo 370 - Vila Mariana - tel: 2337-3015
às terças e domingos de outubro, 20h
de 02/10 a 30/10
Duração: 60 minutos - 18 anos – 30 lugares
R$30 (Inteira) R$15(meia)

Observações

  • a casa abre 1 hora antes
  • reservas podem ser feitas através do email: teatrodoindividuo@yahoo.com.br
  • não há acesso para deficientes
  • não será aceito cartões e cheques

+ informações: www.facebook.com/alceualceu

Localização

Rua Capitão Macedo, 370
CEP: 04021-020 | Vila Mariana | São Paulo/SP

Fale Conosco

E-mail: contato@casacontemporanea370.com

Telefone: (11) 2337 3015


Horário de Funcionamento:

De terça a sexta das 14 às 19h.
Sábados das 11 às 17h.