facebook-logo instagram-logo vimeo-logo issuu-logo phone-button (11) 2337 3015

Recentes

Conversa com Artistas

Sábado, 02 de junho de 2012, às 15h

Bate papo com os artistas João Carlos de Souza, Julieta Machado e Lynn Carone, artistas da exposição "a casa" e os convidados Lucimar Bello e Néle Azevedo (artistas), Lucrécia Couso (Galeria Ophicina), Marcelo Amorim (Ateliê 397) e Monica Rubinho e Sidney Philocreon (Projeto Linha Imaginária), debatendo assuntos pertinentes ao processo de criação, realização dos trabalhos e exposições em espaços autônomos.

Clique aqui e saiba mais sobre a Exposição "A Casa"

LUCIMAR BELLO

Vive e trabalha em São Paulo. Artista plastica. Exposições no Brasil, Argentina, Chile, México, Cuba, Espanha, Portugal, Japão, China: instalações, vídeos, performances, assemblages. Desde os anos 90, enfatiza os processos de criação em trabalhos com comunidades (Minas Gerais, São Paulo, Bahia, Pará, Rio Grande do Sul). Possui graduação em Artes pela UFMG/BH, mestrado e doutorado em Artes pela ECA/USP/SP. Pós-doutora em Comunicação e Semiótica, PUC/SP e Pós-Doutora pelo Núcleo de Estudos da Subjetividade, PUC/SP. Atualmente é Pesquisadora Voluntária no Núcleo de Estudos da Subjetividade, PUC/SP. Pertence a FAEB – Federação de Arte Educadores do Brasil e a ANPAP – Associação Nacional de Pesquisadores em Artes Plásticas. Pesquisas em processos de criação na arte contemporânea, arte e seu ensino, arte e comunidades. Residências artísticas: Festivais de Inverno de Ouro Preto, MG (1º ao 12º, 22º, 25º); Residência de Artista, Mosteiro Zen Morro da Vargem, Ibiraçu, ES.; Residência Artística, Instituto SACATAR, Ilha de Itaparica, BA.

Livros publicados: Por que se esconde a violeta, isto não é uma concepção, nem pós-moderna, nem tautológia, SP, Anna Blume; Noemia Varela e a arte, BH, C/Arte; Oficina de Desenho Urbano, as Crianças, os Jovens e a Cidade no Cerrado, Uberlândia, UFU.

www.lucimarbello.com.br

www.youtube.com/lucimarbello

www.vimeo.com/lucimarbello

NÉLE AZEVEDO

Artista e pesquisadora independente.

É mestre em Artes Visuais pelo Instituto de Artes da UNESP em 2003.

Desde 1998 vem atuando no campo das artes visuais e realizando exposições individuais, coletivas e intervenções no espaço urbano.

A partir de 2001 dá início ao projeto Monumento Mínimo, tendo como eixo de discussão os monumentos públicos em diferentes cidades de diversos países como Brasil, Portugal, França, Alemanha, Itália, Japão Cuba, Noruega, entre outros.  

As imagens do Monumento Mínimo, recebeu atenção mundial a partir da ação realizada em em Berlim, em setembro de 2009, tornando-se um alerta simbólico sobre os perigos do aquecimento global despertanto  o interesse para além dos circuitos da arte contemporânea.

A artista vem realizando diferentes intervenções efêmeras no espaço urbano e arquitetônico que resultaram em trabalhos de escultura, fotografia e vídeo que podem ser conhecidas em seu site www.neleazevedo.com.br.

LINHA IMAGINÁRIA

É um projeto de intercâmbio cultural que há uma década atua em território brasileiro, propondo um instigante trânsito entre artistas do país e de outras nações. O projeto realiza-se através de uma dinâmica de mostras coletivas mapeando o país e dando ressonância à reflexão da arte contemporânea. O projeto já realizou uma grande participação de artistas em exposições e propiciou a aproximação e dialogo cultural com diversos  países, e hoje trabalha apenas com as parcerias que se estabelecem no projeto, mantendo sua agenda de exposições voltada para os artistas que efetivam trocas construtivas com o projeto. Um contingente internacional faz parte desta trajetória, criando uma ampla rede de discussão intelectual e de estratégias de atuação no circuito de arte, privilegiando  também um contato mais direto com o público.

Todas as mostras resultam do exercício compartilhado de discussão e investigação de aspectos da linguagem plástica. Este procedimento estimula uma vivência dos problemas de comunicação, auxiliando no estabelecimento de parâmetros para investigações, soluções e aproximações.

MÔNICA RUBINHO

Mônica Rubinho, bacharel em artes plásticas, a artista paulistana possui produção na área desde 1992.

Desenvolve seu trabalho de pesquisa em objetos, fotografias, desenhos e suportes que supram a necessidade de expressão poética da reflexão artística.

As obras, na maioria dos casos, referem-se diretamente à percepção simbólica e afetiva das coisas, estabelecendo limites entre o real e o representado de maneira sutil, através de materiais frágeis, sobreposições de camada veladas, representação gráfica sobrecarregada de traços finos que se esforçam em materializar imagens que existem como possibilidades de sonhos, reais enquanto desejos ou meramente por vontade de ser algo que ocupa um lugar 

vivo de significados.

monicarubinho@gmail.com

http://monicarubinho.multiply.com

http://issuu.com/monicainart/docs/mr1?mode=embed&l...

SIDNEY PHILOCREON

Bacharel em Artes Visuais, Sidney Philocreon tem produção autoral desde 1990 e trabalha na área de arte desde 1990.

O principal objetivo é chamar a atenção para os aspectos emocionais inesgotável do ser humano dentro da relação com a sociedade e seu próprio silêncio interior gerando consequência aos seus atos.

Para formalizar essas reflexões, usa diversas técnicas como desenho, fotografia, construção de objetos e o uso do espaço através de instalações.

O artista também realiza um instigante programa de intercâmbio com artistas brasileiros e estrangeiros ao longo de mais de uma década [www.projetolinhaimaginaria.blogspot.com]. Mais de 60 exposições foram realizadas pelo projeto, aproximando artistas gerando discussões sobre a produção de arte e outros assuntos relacionados a essa área profissional.

philocreon@gmail.com

http://philocreon.multiply.com

MARCELO AMORIM

Graduado em Produção Editorial e especializado em Mídias Interativas pelo Centro Universitário Senac. Foi coordenador editorial do Paço das Artes, museu ligado à Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo entre 2004 e 2008. É artista plástico tendo realizado exposições individuais no Centro Cultural São Paulo e na Galeria Oscar Cruz além de exposições coletivas em instituições de reconhecido valor cultural.É responsável pela comunicação, projetos gráficos das publicações do Ateliê397 e pela curadoria dos programas “Sessão Corredor” e “Evento”.

Ateliê397

Espaço que promove a circulação, a produção e a exibição da arte contemporânea. Localizado na rua Wisard número 397, na Vila Madalena, em São Paulo, o Ateliê realiza exposições de arte, eventos interdisciplinares, que envolvem sessões de videoarte, performances, happenings, shows de música, publicação de livros de artistas entre outras formas de experimentação da arte na atualidade. Coordenado por Marcelo Amorim e Thais Rivitti, atualmente o espaço cumpre um papel importante de difundir debates, criar oportunidades de exibição de trabalhos de arte e apresentar a produção de jovens artistas de todo o Brasil.

Fundado em 2003 por um grupo de artistas visuais (Bruna Costa, Rafael Campos Rocha e Sílvia Jábali), o Ateliê397 inicia suas atividades funcionando como um misto de ateliê e espaço expositivo. Ao longo dos anos, o sucesso de sua programação, aliado à necessidade de conferir visibilidade para a produção de artes visuais, fez com que ele passasse por diferentes modificações no sentido de ampliar suas atividades abertas à comunidade artística. Em 2010, quando os atuais coordenadores assumiram a gestão do espaço, o Ateliê passou por uma intensa reformulação em seu modo de funcionamento visando criar uma programação diversificada, em sintonia com o que vem sendo produzido de mais relevante no cenário das artes plásticas brasileiras.

www.ateliê397.com

LUCRÉCIA COUSO

Lucrécia Couso nasceu em Santos no ano de 1968. Sua vida no mundo das artes começa pela sua formação em Artes Plásticas na FAAP em 1995. Participou de diversas exposições individuais, entre muitas coletivas, como; “Na Pinacoteca” com curadoria de Nelson Leiner, “Viscon 9” com curadoria de Luiz Guimarães Monforte na Austrália, “Em obra” no Paço das Artes. Vencedora do Prêmio Aquisição e Bolsa Integral Anual da FAAP, seus trabalhos fazem já fazem parte de coleções particulares. Anos de experiência a levou a fazer algumas curadorias, atualmente e sócia-gerente da galeria espaço opHicina.

Espaço opHicina  inicia seus trabalhos no ano de 1996, desenvolvendo projetos especiais para exposições, um trabalho de criação que consiste em fazer a ambientação da obra de arte e do acervo histórico, para que o projeto interaja com o expectador. Dentro deste mesmo local, levando o mesmo nome, nasce a galeria espaço opHicina, que já teve sua ocupação realizada por nomes importantes da Arte contemporânea no Brasil. “Dois Cravos” de Mário Cravo Neto e Christian Cravo, “D. Helena” de Feco Hamburger e atualmente a exposição Corpo Presente de Sylvia Diez que ficara até o dia 30 de Junho de 2012, fazem parte desta listagem.

Localização

Rua Capitão Macedo, 370
CEP: 04021-020 | Vila Mariana | São Paulo/SP

Fale Conosco

E-mail: contato@casacontemporanea370.com

Telefone: (11) 2337 3015


Horário de Funcionamento:

De terça a sexta das 14 às 19h.
Sábados das 11 às 17h.