facebook-logo instagram-logo vimeo-logo issuu-logo phone-button (11) 2337 3015

Recentes

Exposição - O Cair da Tarde - Renato Pera

convite_ocairdatarde

O novo projeto de Renato Pera é radicalmente alegórico e misterioso. Em O Cair da Tarde, o artista utiliza o contexto doméstico da arquitetura como pano de fundo para criar uma narrativa de eventos sutis, na qual objetos de uso cotidiano - cadeiras, portas, janelas - e um enigmático personagem adquirem um caráter insólito e fantasmagórico.

Aproxima a vivência do lugar bem conhecido de intimidade de uma casa – e seus pequenos gestos repetidos - à experiência de estados delirantes e oníricos.

Constituída essencialmente por hipérboles visuais – imagens que enfatizam de maneira exagerada o mesmo motivo -,  simulacros e imagens que sugerem processos de falência, as obras aludem de modo provocativo à situações de clausura, descontrole, isolamento e opacidade.

O Cair da Tarde é um projeto de exposição composto por obras inéditas e estende a pesquisa do artista sobre diversas e misturadas linguagens – instalação, fotografia, objetos e desenho digital.

*Expressão originalmente encontrada por Renato Pera no álbum homônimo de Ney Matogrosso (1997).

Uma breve introdução sobre o trabalho do artista, sua biografia, a inserção e projeção de sua obra no mercado de arte.

No primeiro instante, os trabalhos de Renato Pera parecem simples alusões à imagens de objetos e situações do real deslocadas para suportes que se pretendem caracterizar como obras de arte ou até mesmo peças de design. No entanto, os olhos que se propõem a ver com mais atenção desvendam um universo complexo e imaginativo, interligado, composto por obras realizadas em uma grande variedade de mídias.

Ao retirar uma cadeira, uma porta, uma janela, um adereço decorativo, um modelo de espelho usado em telescópios, uma coluna, ou mesmo uma casa de seus contextos e significados reais, o artista sobrepõe aos objetos uma outra narrativa, ficcional, geralmente associada à áreas do conhecimento como a Mitologia, Filosofia, Astronomia, Arquitetura, Design e Cinema. Transforma-os em vestígios,  fantasmas, simulacros de algo que existe, existiu ou existirá. Nesse processo, intencionalmente dilata e confusão o tempo.

Sua produção caracteriza-se por intensa atividade.

Graduou-se em Artes Visuais pela Universidade de São Paulo, onde frequentou os cursos de Marco Buti, Mario Ramiro, Ana Maria Tavares, Carlos Fajardo, entre outros, além de disciplinas com Ines Raphaelian e Marcia Cymbalista na Faculdade Santa Marcelina. Paralelamente, sua formação recebe importantes contribuições de Regina Silveira, no trabalho que desenvolve no estúdio desta artista nos últimos oito anos. Além disso, é propositor inquieto de obras para o espaço público, tendo realizado diversas intervenções no campus da Universidade de São Paulo, e recentemente, no Metrô de São Paulo, onde inaugurou e coordena o Projeto Vitrinas – MASP / Metrô SP (2011-2013), mostrando obras de jovens artistas contemporâneos. Dedica-se também à atividade docente em oficinas e conferências.

Conhecido como parte do time de uma geração de jovens e promissores artistas de São Paulo (uma turma que se graduou, incluindo alunos da FAAP, ECA e Belas Artes, nos anos de 2008/2009), Renato Pera vem atingindo, cada vez mais, grande projeção de crítica e de mercado.

Com uma produção incessante e coerente com sua trajetória de pesquisa conceitual e formal, seus trabalhos circulam em diversos pólos de arte nacionais e internacionais, e começa a ingressar em significativas coleções particulares e públicas.

Resumidamente, em seu currículo, destacam-se:

2009 - Exposição de formatura no Paço das Artes e sua intervenção na recém inaugurada Casa Contemporânea, quando começou a fazer parte do time de artistas representados por esse espaço;

2010 – Integra a mostra inaugural do Grupo Aluga-se, e realiza residência artística na Cidade do México, quando expôs o resultado de seu trabalho no museu Diego Rivera, obra que adquirida pelo museu para a sua coleção;

2011 – Inaugura o Projeto Vitrinas – MASP / Metrô SP, no espaço público de alta circulação do metrô, e participa de residência artística com curadoria Luisa Duarte (Red Bull House of Art), no edifício Sampaio Moreira, no centro de São Paulo;

2012 – Realiza residência artística em Piatã, Bahia, com o Grupo Aluga-se, em consequência da aquisição do Prêmio do Programa Rede Nacional Funarte de Artes Visuais;

2013 – Individual na Casa Contemporânea, com abertura de exposição no dia 22 de março deste ano.

Renato Pera tem 28 anos, vive e trabalha em São Paulo.

Texto: Marcelo Savignano

Localização

Rua Capitão Macedo, 370
CEP: 04021-020 | Vila Mariana | São Paulo/SP

Fale Conosco

E-mail: contato@casacontemporanea370.com

Telefone: (11) 2337 3015


Horário de Funcionamento:

De terça a sexta das 14 às 19h.
Sábados das 11 às 17h.