Nine Dragon Heads ‘Beyond the Horizon’

Nine Dragon Heads ‘Beyond the Horizon’
admin

Exposição

Nine Dragon Heads ‘Beyond the Horizon’

Segunda abertura: 05 de setembro, 19h às 21h.
Primeira abertura: 25 de agosto, 18h às 20h.

Visitação: de 25 de agosto a 8 de setembro de 2018, de terça à sábado das 14h às 19h.

“Beyond the Horizon (Além do horizonte) apresenta 20 trabalhos de 21 artistas internacionais do International Environmental Art Symposium – Nine Dragon Heads.

Nine Dragon Heads (Nove cabeças de dragão) é uma plataforma interdisciplinar onde artistas de 5 continentes trabalham em locais que podem ser desafiados ambientalmente, socialmente ou politicamente, seguindo importantes rotas culturais, históricas e geopolíticas. Iniciado na Coréia do Sul em 1996, em resposta à destruição de um importante local histórico, o Nine Dragon Heads evoluiu para uma plataforma interdisciplinar aberta onde artistas implementam projetos de arte individuais e colaborativos relacionados a questões humanitárias, ambientais e culturais universais.

Nine Dragon Heads trabalhou em locais da Península Sul-Coreana e suas ilhas, incluindo a Zona Desmilitarizada e a Área de Segurança Conjunta entre o norte e o sul da Coreia. Outras áreas envolvidas durante os vinte anos de operação incluem a Bósnia / Herzegovina, o Sul do Cáucaso; Geórgia e locais da Ásia Central; Uzbequistão, Turquia, China, Tibete e Mongólia. Os projetos de NDH também foram realizados na Suíça, Austrália e Nova Zelândia. Em 2015, Nine Dragon Heads participou dos 56 eventos paralelos oficiais da Bienal de Veneza com o projeto “Jump into the Unknown”. Em 2017, Nine Dragon Heads realizou o projeto de exibição “Taste of Tea” como evento paralelo da 15ª Bienal de Istambul.

Como um projeto de arte multimídia, “”Beyond the Horizon” ” examina a complexidade das questões ambientais e sociais – assim como religião, geografia, história e cultura do Brasil através da instalação, vídeo, escultura, fotografia e performance. O título “”Beyond the Horizon” ” refere-se ao destino do projeto que é a localização mais distante dos simpósios do NDH ao longo dos últimos 10 anos. Por um lado, o título sublinha a importância vital de algo acontecer além do horizonte, enquanto, por outro lado, oferece a possibilidade de ir além dos limites visíveis ou ocultos – não apenas fisicamente, mas também intelectualmente, para pesquisar diferenças e aspectos em comum que podem ser encontrado além do horizonte.

“Beyond the Horizon” no Brasil reitera a prática nômade de Nine Dragon Heads – uma forma de pesquisa ao ar livre que desta vez envolve as cidades de Belém e Manaus – cidades de passagem das florestas tropicais da Amazônia. O projeto será acompanhado por uma exposição de vestígios de trabalho, artefatos e performances na Casa Contemporânea, em São Paulo, de 25 de agosto a 8 de setembro de 2018.

“Beyond the Horizon” não é apoiado por nenhuma instituição ou fundação. A maioria das funções organizacionais é exercida diretamente pelos artistas participantes do Nine Dragon Heads.

O projeto é curado pela historiadora de arte baseada na Geórgia, Magda Guruli. O diretor artístico de “Jump in the Unknown” é Park Byoung Uk, agitador, produtor e artista baseado na Coréia do Sul. Ele é o fundador e a força criativa por trás do Nine Dragon Heads.

“Beyond the Horizon” é organizado em colaboração com a Art Unlimited, uma empresa brasileira que desde 1996 produziu mais de 100 exposições nacionais e internacionais que receberam importantes prêmios de artes visuais.

Artistas participantes: Ali Bramwell , Alois Schild , Denizhan Özer , Enrique Muñoz García , Gabriel Edward Adams , Iliko Zautashvili , Kazunori Kitazawa , Jeong Tae Kyu , Jessy Theo Rahman , Paul Donker Duyvis, Juliet Fowler Smith, Lee Lee Nam, Park Byoung Uk, Susane Callanan, Susana Muller & Fred Ludi , Yoko Kajio & Jason Hawkes , Yoo Joung Hye , Oona Hyland , Kim Seuck Hwan

Colaboração artística com Inbok Trobos e Lee Byeong Wook, (KR).